Jorge Shy e os caminhos e travessias sonoras de “Crossing Path”

by • 16 de outubro de 2015 • Destaques, NovidadesComments (0)774

Instrumentos escolhidos com cuidado, sonoridades definidas e um tempo extenso de estudos, ensaios para definir efeitos e novas possibilidades, assim é Crossing Path, o album do guitarrista , educador musical e compositor Jorge Shy, lançado em 2012.

Um trabalho composto por títulos bem sugestivos   “Campo dos sonhos”, “acasos”, “Song for Fukushima” . O interessante notar é nas características sonoras de cada composição de Shy, o cuidado com os efeitos, as colocações das notas, timbres. Para quem gosta de sonoridades, Crossing Path é uma excelente fonte,especialmente para guitarristas.

Participaram da gravação os músicos Caio Milan (bateria) e Marcos Fló (contrabaixo) e contou com as participações especiais de Felipe de Souza (violino) e Ricardo Pacheco (piano).

Crossing Path é um trabalho para apreciar em silêncio, especialmente a música “Song for Fukushima”, (faixa 3), com um casamento perfeito entre a guitarra de Shy e o piano de Ricardo Pacheco.

As faixas 8 e 9, “Talkgin to a wolf” e “Satie et les enfants” são super interessantes, pelo cuidado dos timbres, da escolha do instrumento de Shy. Músicas convidativas para um tempo de silêncio e concentrar-se apenas nos sons.

Os caminhos e travessias percorrido pelos sons de Shy, rompem as fronteiras sonoras delimitadas pelas definições estéticas. Crossing Path é o olhar de quem gosta de pesquisar sons. Assim é Jorge Shy e seu tratamento minucioso com a música.

Pin It

Related Posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *