Clube do Choro neste final de semana na Mooca

by • 5 de novembro de 2015 • agenda, DestaquesComments (0)660

  Neste final de semana, o Clube do Choro de São Paulo anuncia as atrações do mês de novembro. Inaugurado em agosto no Teatro Municipal da Mooca Arthur de Azevedo, o clube realiza todo mês um final de semana totalmente dedicado ao gênero com programação de shows, além da roda de choro todos os sábados. Os grupos que se apresentam no projeto são submetidos a uma curadoria composta a cada mês. As atrações até o final de 2015 terão como tema o universo do choro paulista.     PRÓXIMAS ATIVIDADES   Panorama do Choro Contemporâneo Sexta-feira, dia 6 de novembro, às 21 horas   Um estudo sobre a atual produção do choro paulistano, incluindo obras compostas por Mestrinho, Toninho Carrasqueira, Osvaldo Colagrande, Lula Gama, Léa Freire, Stanley Carvalho, Dominguinhos, Gian Correa, Arismar do Espírito Santo, André Mehmari, Luís Nassif, Henrique Araújo e Fábio Peron. Assim é o Panorama do Choro Volume II, cd que será apresentado nesse show.  O Sexteto Panorama é formado por Alexandre Ribeiro (clarinete e clarone), Gian Corrêa (violão de sete cordas), Henrique Araújo (bandolim, cavaquinho e banjo), João Poleto (flauta, sax tenor e sax soprano), Roberta Valente e Yves Finzetto (percussão). Com o objetivo de registrar, divulgar e apresentar a atual produção desse estilo na capital paulista, os percussionistas e pesquisadores Yves Finzetto e Roberta Valente criaram em 2008, o projeto Panorama do Choro Paulistano Contemporâneo, um extenso estudo que resultou na gravação no mesmo ano de um cd. A pesquisa continuou e foi então necessário gravar um novo cd, o Volume II. O Panorama, portanto, se torna uma obra histórica, o único registro da produção atual de choro no Brasil, com muitas músicas compostas especialmente para o projeto.     Duo VibrAr convida o violonista Bruno Vinci e Fernando Miranda    Sábado, 7 de novembro, 21 horas   Formado pelos músicos Jussan Cluxnei (clarinete) e Alisson Amador (vibrafone), o duo VibrAr apresenta um repertório que vai de compositores consagrados, como Pixinguinha, Jacob do Bandolim entre outros, até músicas próprias. Tendo em vista essa formação pouco convencional, seus arranjos visam explorar ao máximo as qualidades de cada instrumento, buscando uma maneira inovadora de se tocar choro.   O violonista e compositor Bruno Vinci já tocou com Lô Borges, Marcio Borges, Toninho Horta, Tavinho Moura, Fernando Brant, e com o cantor Claudio Nucci. Fernando Miranda atua como instrumentista, pesquisador e professor na área de percussão. Sua pesquisa abrange elementos de diferentes campos do meio percussivo: da música erudita contemporânea, da música instrumental popular e também em algumas manifestações tradicionais brasileiras. É fundador e coordenador da Orquestra Paraguassu de Berimbaus Afinados.   Choros de Armando Neves - com Paola Picherzky Convidados especia Ítalo Peron e Swami Jr. apresentam "Choros de Armando Neves" Domingo, 8 de novembro, às 19 horas   A violonista Paola Picherzky apresentará o repertório com 20 composições de Armando Neves, ao lado dos violonistas Ítalo Peron e Swami Jr., em momentos solo, em duo e  em trio de  violões de 7 cordas. Armandinho, como era conhecido no meio artístico, trabalhou ao lado e influenciou músicos como  Garoto,  Antonio  Rago e Aymoré,  entre outros. Foi chefe do Regional da Rádio Record durante 30 anos, entre 1930 e 1960. Músico puramente intuitivo, suas composições não caíram no anonimato graças ao violonísta Geraldo Ribeiro. O repertório do show inclui as músicas Choro 2, Choro 3, O Dono Da Bola, Pinheirada , Serrano, Gavota, Valsa 3, Canção, Canção Para Adormecer, Prelúdio 2, Prelúdio 5, Canção 2, Amar em Segredo, Doloroso, Sempre no meu coração, Valsa 14, Choro 7, Estudo, Valsa 3 e Choro 10. A violonista Paola Picherzky PAOLA PICHERZKY – violão 7 cordas é mestre em música pela UNESP com o trabalho “Armando Neves - Choro no violão paulista”, que resgatou a biografia, realizou a catalogação da obra completa do compositor e a gravação do  CD  “18 Choros - Armando Neves” (2008). Com o intuito de trazer ao público o material musical recolhido e não utilizado em seu mestrado, em 2015 lança o Cd "Armando Neves, outras composições", apresentando no repertório gêneros distintos ao choro como prelúdios, maxixes, valsas e gavotas, compostos pelo mesmo autor e violonista. É também integrante do grupo de choro "Choronas" desde a sua criação em 1995. Ítalo Peron, também violonista, já acompanhando artistas como Paulo Vanzolini, Francis Hime, Carlinhos Vergueiro, Diana Pequeno e Roberta Miranda, entre muitos outros. Desde 2002, trabalha como arranjador convidado da Orquestra de Câmara do Mato Grosso. Swami Jr., artista importante no cenário da música brasileira instrumental e popular como violonista, baixista, arranjador, compositor e produtor. Entre vários trabalhos, é diretor musical e violonista da cantora cubana Omara Portuondo desde 2003, realizando a produção de inúmeros discos dela.   Roda de Choro aos sábados, das 18 hs às 20h30   Local: Teatro Arthur Azevedo - Av. Paes de Barros, 955, Mooca, São Paulo, SP - Tel.: (11)2605-8007 Capacidade: 433 lugares. Entrada gratuita. Os ingressos podem ser retirados a partir das 14 horas (1 ingresso por pessoa) na bilheteria do teatro. As rodas de choro serão no foyer  do teatro e não precisam de ingresso.
Pin It

Related Posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *